.

Estrutura liga os municípios de Tocantínia e Pedro Afonso. Enquanto obra não termina, pranchas de concreto garantem a passagem.

Do G1 TO

Uma ponte de concreto está sendo construída dentro da reserva Xerente. Isso porque a antiga estrutura que ligava Tocantínia e Pedro Afonso era de mandeira e foi queimada no dia 2 desse mês. Os indígenas ficaram com dificuldades para trafegar na região. Motoristas precisavam fazer um desvio de 80 km para chegar aos municípios.

A ponte fica na TO-010. Das 68 aldeias da comunidade Xerente, a maioria depende da ponte e está praticamente isolada.

Cerca de15 homens do Dertins trabalham na construção da nova ponte. Enquanto a construção não termina, duas pranchas de concreto garantem a passagem improvisada e assim é possível atravessar o rio Piabanha sem enfrentar a correnteza.

O trabalho é acompanhado pelos representantes da comunidade indígena. “Agora a gente fica feliz de saber que já está em andamento”, diz a estudante Vanessa Sindi Xerente.

“Está saindo de acordo com o que a população necessita. Creio que nos próximos meses a sociedade estará passando por essa ponte”, opina o coordenador técnico da Funai, Paulinho Xerente.

FONTE: http://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2016/11/ponte-de-concreto-e-construida-apos-de-madeira-ser-queimada-em-aldeia.html