O Programa contribui para a formação de professores indígenas em Anamã, Manacapuru, Beruri, Iranduba, Careiro da Várzea, Borba, Maraã, Manaquiri, Alvarães, São Gabriel da Cachoeira e Santa Isabel do Rio Negro.

 

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) por meio do Departamento de Políticas Afirmativas da Pró-Reitoria de Extensão (Proext) e do Departamento de Educação Escolar Indígena da Faculdade de Educação (Faced), que coordenam o Programa Saberes Indígenas na Escola (PSIE/Rede Norte), realizará o I Seminário de Formação da Rede Norte do Programa Saberes Indígenas na Escola entre 12 e 15 de dezembro de 2016, no Centro de Treinamento Padre Anchieta (Cepan), situado na Avenida Waldomiro Lustoza, S/N, Japiim II.

O evento tem por objetivo proporcionar o compartilhamento das experiências entre os polos da Rede Norte (UFAM, IFAM e UEPA) por meio de Mostra Pedagógica, bem como qualificar a equipe técnica para atuar nas formações de professores indígenas de diversas comunidades indígenas dos municípios de Anamã, Manacapuru, Beruri, Iranduba, Careiro da Várzea, Borba, Maraã, Manaquiri, Alvarães, São Gabriel da Cachoeira e Santa Isabel do Rio Negro.

A formação será direcionada a uma equipe técnica composta 35 Formadores, 20 Orientadores de Estudo, 20 Coordenadores de Ação e 4 Supervisores ligados ao Departamento de Educação Escolar Indígena da Faced, Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL), Instituto Federal do Amazonas (Ifam) e Universidade Estadual do Pará (UEPA), Serviço de Cooperação com o Povo Yanomami (SECOYA), Secretaria Municipal de Educação (Semed), Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc) e Núcleo de Estudos Amazônicos Indígenas.

Além da qualificação dos profissionais envolvidos nas ações, um dos objetivos é dar visibilidade das ações da Rede Norte e divulgar o conhecimento de métodos diferenciados nas práticas pedagógicas, a troca de experiências entre diferentes turmas e etnias. A aproximação dos atores que compõem a Rede Norte a fim de avançar na execução das atividades conjuntas.

Sobre o PSIE/Ufam

A ação “Saberes Indígenas na Escola” visa a fortalecer políticas educacionais em prol dos povos indígenas, promovendo o aperfeiçoamento profissional dos professores indígenas que atuam na educação básica no que tange à elaboração de novas metodologias para letramento, numeramento e elaboração de material didático específico e diferenciado.

As ações fundamentam-se no Programa Nacional dos Territórios Etnoeducacionais indígenas no seu eixo Pedagogias Diferenciadas, cujo objetivo é promover os direitos dos povos indígenas à educação escolar específica, por meio do fortalecimento dos territórios etnoeducacionais, reconhecendo e valorizando a diversidade sociocultural e linguística, a autonomia e protagonismo destes povos.

A Ufam e seus parceiros Instituto Federal do Amazonas (IFAM), Universidade Estadual do Pará (UEPA), Serviço de Cooperação com o Povo Yanomami (SECOYA), Secretaria Municipal de Educação (SEMED Manaus), Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino (SEDUC) e o Núcleo de Estudos Amazônicos Indígenas (NEAI) atende um grande número de povos indígenas, tanto por meio das ações Saberes Indígenas na Escola, quanto por meio dos Cursos de Licenciatura Formação de Professores Indígenas, da FACED, e Licenciatura Indígena, Políticas Educacionais e Desenvolvimento Sustentável, ligado ao ICHL.

Anexos:
Fazer download deste arquivo (Folder_fl 1.png)Folder_página 1 [ ] 1985 kB
Fazer download deste arquivo (Folder_fl 2.png)Folder_página 2 [ ] 796 kB

Fonte: UFAM – Universidade Federal do Amazonas – Saberes Indígenas na Escola: seminário qualifica formadores de educação indígena no Amazonas