.

Ocorrência foi registrada na tarde deste domingo (20), em Sananduva. Segundo a polícia, ação teria sido em represália à prisão de três indígenas.

por Dulci Sachetti da RBS TV

Uma nova ocorrência decorrente da disputa de terras entre indígenas e agricultores foi registrada na tarde deste domingo (20) na localidade de Bom Conselho, no município de Sananduva, na Região Norte do Rio Grande do Sul. Segundo a Brigada Militar, cerca de 100 indígenas que estão acampados na região atearam fogo nas lavouras de trigo e pastagens secas.

A ação, segundo a polícia, teria sido em represália à prisão de três indígenas na tarde de sábado (19). Cinco áreas da propriedade foram consumidas pelo fogo, que também atingiu regiões de mata fechada. O Corpo de Bombeiros foi acionado para conter as chamas. Além da Brigada Militar, policiais do Pelotão de Operações Especiais e da Polícia Rodoviária Federal, que monitoram permanentemente o local, também se deslocaram para atender a ocorrência.

Há mais de quinze dias a localidade e residências dos agricultores foram invadidas pelos indígenas. A Fundação Nacional do Índio (Funai) afirma que o grupo não tem onde plantar e utiliza esta área, que foi demarcada como território indígena em 2011. O processo de demarcação, porém, ainda não foi finalizado. O local fica próximo de onde ocorreu um confronto em julho de 2013, que deixou quatro feridos depois de uma briga entre índios e agricultores.

FONTE: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2016/11/indigenas-incendeiam-lavouras-em-represalia-prisoes-no-norte-do-rs.html