.

Após indígenas ocuparem por mais de uma semana o prédio da Funai em Paulo Afonso-BA, que assiste os indígenas de Petrolândia-PE, as lideranças conseguiram audiência com o Ministério Público e a Celpe para discutir a questão do fornecimento de energia elétrica à aldeia Angico, cortada desde fevereiro deste ano.

A negociação envolveu Ubirajara Barbosa, mais conhecido como Bira de Ademarzão, titular da Secretaria Especial de Assuntos Indígenas de Petrolândia, junto com o cacique Marcelo, do Entre Serras, e líderes índigenas Maria José da Silva Prazeres, Bartolomeu Ramos e Maria das Graças de Jesus, e coordenação da Funai do Baixo São Francisco.

Como resultado da mobilização, o projeto de extensão da rede elétrica que, segundo Ubirajara, demora cerca de seis meses para ser concluído até efetuarem a obra, porém, em menos de um mês, os indígenas da aldeia Angico já estão com a obra finalizada e com energia em suas casas e suas bombas para irrigação.

“Agradecemos a Deus e às Forças Encantadas, somos Pankararu de guerra e luta”, resumiu o secretário municipal, em nome dos líderes indígenas.

A nota à redação do Blog de Assis Ramalho é subscrita por Ubirajara Barbosa, secretário municipal, Marcelo Gomes, cacique da Nação Pankararu, Bartolomeu Ramos, Maria José da Silva Prazeres e Maria das Graças de Jesus, lideranças do Angico.

Redação do Blog de Assis Ramalho com informações de Ubirajara Barbosa.

FONTE: http://www.assisramalho.com.br/2016/11/petrolandia-apos-ocupacao-da-funai-em.html